"Maria de Fátima Palha de Figueiredo" - 2000/02 - "Fatos&Fotos" 

Novembro de 1999, Fafá de Belém já começava a pensar em como seria o seu próximo disco, afinal, em 2000 completaria 25 anos de carreira. Algumas ideias começavam a fervilhar em sua cabeça, mas até o momento nada se desenhava, nada a fazia arrepiar.

Estava em Portugal, descansando uns dias em Mansaraz, região do Alentejo, quando soube de um show da cantora portuguesa Dulce Pontes, que estava em cartaz na cidade de Sevilha (Espanha). Fafá foi prestigiar a amiga. O show "Espetáculo de Sevilha", onde era apresentada a obra do maestro Ênnio Morricone e contava com a participação da cantora portuguesa Dulce Pontes. Era um espetáculo lindo e glamoroso, foi nele que Fafá teve uma espécie de insight do que seria o seu próximo trabalho. Entusiasmada, ligou para a sua então empresaria Maria Ghiaroni, que amou o conceito relatado pela cantora.

A ideia começava a amadurecer. Fafá pensava que nome teria esse disco, o primeiro que veio a sua cabeça foi o de "Fafá de Belém In Concert". Porém, Fafá tem uma caracteriza muito sua, ela precisa de uma música que a enlouqueça, para daí o disco criar forma, e essa música ainda não havia chegado aos ouvidos da cantora.

Dias depois, estava no aeroporto em Lisboa para regressar ao Brasil, mas, um atraso no voo fez com que a cantora desse um tempo na casa de uns amigos. E foi lá, que ao ouvir um disco de Fernando Girão, ela ouviu pela primeira vez a música "Nas flores pintei o seu nome". Ficou encantada e decidiu que essa música estaria no seu próximo trabalho. Veio então a ideia de resgatar grandes clássicos da MPB, onde seria acompanhada por uma orquestra sinfônica em um trabalho que se chamaria "Fafá de Belém, a dama da canção".

De volta ao Brasil, em conversa com o produtor José Milton e com o diretor artístico Tom Capone, veio a ideia de fazer um resgate da memória musical de Fafá, com músicas temas que marcaram a sua trajetória pessoal e artística, um disco que revelasse a emoção e as dores de Maria de Fátima Palha de Figueiredo, e assim foi.

A gravação do CD deveria se iniciar em abril de 2000, mas por conta da participação da cantora no "Percpan 2000" e nas festividades do "Brasil 500 anos", ficou acertado que a mesma se iniciaria em 15/05 daquele ano. Na data estipulada, Fafá recebe a notícia que, em Portugal, seria feita a ela uma grande homenagem, fazendo com que a cantora arrumasse as malas imediatamente. Em uma casa noturna (Restaurante Fialho, Alentejo), fabricante do famoso vinho "Periquita", Fafá foi recebida com "Deusa da música brasileira". Após esse evento, a cantora retornou ao país e finalmente, na segunda quinzena de junho, entra em estúdio. O CD foi gravado em segredo, ninguém, muito menos a imprensa, não tinha a menor ideia de como seria esse próximo disco, que foi lançado em outubro de 2000.

Nesse ano de 2000, Fafá de Belém faz sua estreia na telona. A cantora foi convidada pelo diretor Júlio Maria Pessoa, para fazer uma especialíssima participação no curta "Prohibidu's". Abaixo, a ficha técnica do filme e o filme, que também tem música da Fafá.

Advertência: O filme não é recomendado para os chamados "Cidadãos de Bem".

No dia 08/05/2000, estreou a novela "Marcas da Paixão" (Rede Record). A música "Eu daria a minha vida" (Martinha), gravada por Fafá de Belém no ano de 1991, no disco "Doces Palavras", entrou na trilha da novela. Ouça:

Chega ás lojas o novo disco de Claudette Soares "Ao Vivo". O CD foi gravado no Mistura Fina (RJ) entre os dias 6 e 9/01/1999. O CD conta com inúmeras participações especiais, com os melhores da nossa música. Entre os convidados, Fafá de Belém, que junto com Claudette, cantaram "Hoje" (Taiguara). Sinceramente, eu não lembro a data exata que o CD chegou ás lojas, mas, está aí o registro.

No dia 22/08/2000, estreou na Rede Globo, no horário das 23hs, a minissérie "Aquarela do Brasil". A música "A Medida da Paixão" (Lenine/Dudu Falcão), recentemente gravada por Fafá de Belém, entrou na trilha sonora da trama. Ouça:

Em setembro de 2000, Fafá de Belém foi convidada pela Revista Caras, a fazer uma Avant-première do seu novo disco no Castelo de Caras (França). Entre os convidados estavam famosos como a atriz Eva Wilma, o ator Carlos Zara, a cantora portuguesa Dulce Pontes (que também se apresentou), o artista plástico Odamar Versolatto entre outros. O evento foi publicado na Revista Caras, número 359 do dia 22/09/2000 e em Portugal, o programa "Mundo Vip" (TV. SIC) transmitiu uma reportagem sobre o evento.

Abaixo, a matéria feita pelo programa "Mundo Vip" (TV. SIC - Portugal)

No dia 02/10/2000, Fafá de Belém lançou oficialmente "Maria de Fátima Palha de Figueiredo", seu 21º disco de carreira. O lançamento se deu no programa "Hebe" (SBT). O programa era exibido ás segundas-feiras e tinha a maior audiência do horário (21:00hs). Fafá realizava assim, um grande desejo de Hebe, que sempre deixou explicito o desejo da cantora fazer um lançamento em seu programa (Veja vídeo ao lado). 

Após a apresentação, Fafá e Hebe foram a um restaurante em São Paulo, onde jantaram em companhia do cantor espanhol, Alejandro Sanz (Veja matéria no quadro abaixo). O novo disco chegaria às lojas no início da segunda quinzena de outubro de 2000. 

O mês de outubro de 2000 foi muito intenso para Fafá. A cantora estava com a agenda cheia e ainda estava gravando um videoclipe para a divulgação do seu novo disco. Finalmente teria o seu site oficial, sem o "br", alguém comprou esse domínio e estava cobrando uma boa grana da cantora para permitir que ela o usasse. A repercussão do lançamento de seu novo trabalho no programa da "Hebe" foi muito grande, o que rendeu à cantora uma grande exposição na mídia, o que era ótimo, mas também exaustivo. Fora isso, ainda havia o planejamento e os ensaios para o show de lançamento que aconteceria na casa "Tom Brasil", em São Paulo, nos dias 10 e 11 de novembro. Enquanto isso, nós fãs, roíamos as unhas para ouvir logo esse novo CD, que foi o mais diferente na carreira da cantora, diferente e sensacional, diga-se de passagem.

Foto Fundo: Flavio Colker / Arte em PS: Claudinei Sampaio


No dia do lançamento, 18/10/2000; Fafá de Belém esteve presente no "Programa do Jô" (Rede Globo). A programa apresentado por Jô Soares era um dos programas de maior audiência na época. Fafá falou sobre a elaboração do CD e deu uma canja cantando "Tortura de Amor" (Waldick Soriano). Assista:

No final de outubro, canais de TV tais como Multishow e MTV, entre outros, exibiram o videoclipe de Fafá de Belém com a canção "Tortura de Amor". O clipe traz a cantora envolta num vestido vermelho de veludo assinado pela estilista Sônia Soares. Foi dirigido por André Buarque, da produtora Conspiração. O cenário foi a tradicional Gafieira Estudantina, localizada na Praça Tiradentes (RJ). Participaram do clipe o chargista Chico Caruso, a jornalista Cora Rónai, o dançarino Jaime Arôxa e o ator José Wilker. Assista:

Assista ao Making OF do clipe: 

O mês de novembro de 2000 foi com agenda lotada. Fafá participou de vários programas de TV na divulgação do novo disco, cantou, mais uma vez, o Hino Nacional Brasileiro na Formula Indy, estreou o novo show "Se o Amor Tivesse Preço" em São Paulo de pois no Rio de Janeiro. No caso do Rio, devido à grande procura, o show foi prorrogado. Na imprensa, mais um boato, os mexeriqueiros de plantão, afirmavam que a cantora estava namorando o Ator português Joaquim Almeida, fato que Fafá, como sempre, fez cara de paisagem, não confirmou, mas também não negou.

Cenário do show "Se o Amor Tivesse Preço" - Fafá de Belém - Ano 2000
Cenário do show "Se o Amor Tivesse Preço" - Fafá de Belém - Ano 2000

Fafá de Belém iniciou sua turnê com o show "Se o Amor Tivesse Preço" na cidade de São Paulo, onde ficou em cartaz no "Tom Brasil" entre os dias 10 e 11/11/2000.

Imprensa

O show foi gravado e exibido, com exclusividade, pelo canal Multishow. Abaixo, assista ao vídeo com o Making OF do show e também a uma reportagem do extinto programa vespertino "A Casa é Sua" (Rede TV), que era apresentado pela colunista Sônia Abrão. A equipe de reportagem foi até o "Tom Brasil" para conferir a estreia do show. Na sequência, assista também ao show gravado pelo canal Multishow. 

Making Of do show

Entrevista

Show: "Se o amor Tivesse Preço"

Em seguida, o show "Se o Amor Tivesse Preço" estreou no Rio de Janeiro no dia 16/11 e ficaria em cartaz até o dia 18. Mas devido ao grande sucesso, reestreou no dia 30/11 e ficou até o dia 02/12/2000. Fafá só não estendeu por mais alguns dias, porque as datas seguintes já estavam todas ocupadas, para desespero dos fãs que não conseguiram comprar ingresso. Sucesso absoluto de público e crítica.

Imprensa

No dia 29/11/2000, um dia antes da reestreia no "Garden Hall", Fafá foi uma das convidadas do programa "Sem Censura" (TVE), apresentado pela jornalista Leda Nagle. Nele, a cantora falou sobre o disco e o show, e no final, o clipe de "Tortura de Amor" foi exibido. Assista:

Em dezembro de 2000, após gravar algumas participações em programas de TV, entre eles o especial de final de ano do SBT, Fafá foi para Portugal, onde, além de divulgar seu novo disco, faria também o réveillon no Casino Estoril. Veja vídeo de uma de suas apresentações na TV. Portuguesa e também algumas notícias da época. (As notícias que aqui estão postadas, me foram enviadas por fãs da cantora em Portugal. Somente uma tem o veículo e a data da publicação).

Imprensa

Após cumprir sua agenda de shows em Portugal, Fafá voou direto para Washington (EUA). Foi especialmente para encontrar a Filha Mariana, que na época estudava canto lírico em Seattle. Juntas, mãe e filha, curtiram o inverno americano.

Revista: Chiques & Famosos - Nº88 - 05/01/2001

Fotos: J.C Volotão

Reportagem: Yara Achôa 

No dia 05/02/2001, estreou a novela "Porto dos Milagres" (Rede Globo). A música "Sob Medida", regravada recentemente por Fafá de Belém, entrou na trilha do folhetim. Ouça: 

A edição da revista "Caras" de Portugal, fez uma matéria com Fafá de Belém. Além da matéria, havia também uma pequena entrevista com a cantora. Porém, a versão que saiu na "Caras" brasileira, não tem a entrevista. Mas, fafadebelemarquivo foi atrás, e traz para você a entrevista com exclusividade.

Revista "Caras" - Portugal

Publicada em: 07/02/2001

Fotos: Caras Portugal

Reportagem: Cláudia Alegria

Em março de 2001, Fafá de Belém foi convidada para fazer uma turnê em Angola, onde participaria das festividades da "Semana Internacional da Mulher", que aconteceria naquele país.

Também no mesmo mês, a Som Livre lança em CD, a raríssima trilha da novela "Gabriela", para a alegria dos fãs que não aguentavam mais caçar, quase que em vão, uma versão original do vinil. E finalmente, uma nova lei no congresso, permite que Fafá possa cantar sua belíssima versão do Hino Nacional Brasileiro, sem ter problemas com a justiça.

A Som Livre, para a alegria dos fãs, que já estavam cansados de procurar, em vão, uma cópia da trilha sonora da novela Gabriela, finalmente o relança em CD. Vale à pena relembrar o primeiro grande sucesso de Fafá de Belém: "Filho da Bahia" (Walter Queiroz). Ouça: