"Sozinha" - Fatos&Fotos

A produção de "Sozinha" começou oficialmente em maio de 1988, mas na real, Fafá começou a produzi-lo em julho de 1987, a partir de um encontro seu com o cantor e compositor José Augusto nos bastidores do "Cassino do Chacrinha. Fafá o abordou e disse-lhe que era do seu desejo gravar uma música dele, para sua surpresa, José Augusto disse-lhe que ele já havia composto uma música especialmente para ela, mas que teve vergonha de entregar-lhe. Dias depois, Fafá recebeu a fita e ficou bastante emocionada, a música chamava-se "Sozinha" (Paulo Sérgio Valle/José Augusto), Fafá agradeceu ao amigo e disse-lhe que a composição estaria em seu próximo disco.

Em 1987, a dupla sertaneja "Chitãozinho e Xororó" lançaram, ainda pela Gravadora Copacabana, um novo disco e uma das músicas de trabalho era "Meu disfarce" (Chico Roque/Carlos Colla). Fafá os ouviu cantando essa música em um programa de tevê e quando a ouviu, pensou: "Vou gravar", como de fato o fez.

Chitãozinho e Xororó - Disco: "Meu Disfarce" - Grav. Copacabana - 1987
Chitãozinho e Xororó - Disco: "Meu Disfarce" - Grav. Copacabana - 1987

Com o lançamento de "Grandes Amores", a cantora estava oficialmente sem gravadora, não sabia ao certo o que a esperava, mas essa nuvem negra rapidamente se dissipou, pois, a Polygram, manifestou o desejo de contratá-la, contrato esse que foi firmado no final de dezembro de 1987.

Fafá tinha então alguns desafios pela frente, um deles era em relação a produção do disco. Percebeu que os grandes produtores com quem havia trabalhado, olhavam com certo descaso ao mercado da música popular, em uma época que era vulgarmente chamada de "música brega". A cantora queria e iria cantar músicas voltada para grande público, mas havia uma coisa de que não queria abrir mão: a qualidade sonora. Queria letras românticas, mas com arranjos bem elaborados, não queria gravar um som com baixa qualidade melódica. Mas percebeu que o preconceito dos produtores com o gênero musical, poderia comprometer a qualidade do produto. Decidiu então que, depois de quatorze anos de carreira, iria finalmente estrear como produtora, e assim foi. A produção contou ainda com a direção artística de Mariozinho Rocha e com a produção executiva de Ana Sabugosa.

Com exceção das músicas "Gosto" (Michael Sullivan/Paulo Massadas) e "De Nosso Amor tão Sincero" (Ivan Lins/Victor Martins), a concepção dos arranjos das outras 8 músicas foram feitos por Fafá e a dupla Julinho Teixeira e Hugo Fattoruso os desenvolveu muito bem. Fafá só conseguiria alcançar a "batida perfeita" no seu disco posterior (Fafá 89), mas claramente percebe-se que a qualidade sonora e musical de "Sozinha" é infinitamente superior aos de "Atrevida" (1986) e "Grandes Amores" (1987).

Agenda: Fafá na TV (Eixo Rio-São Paulo) no mês de Junho de 1988: 

05/06/1988 - Programa "Vídeo Show" - TV. Globo

A previsão era que "Sozinha" chegasse as lojas na primeira quinzena do mês de agosto. Na metade da segunda quinzena do mês de julho, por uma estratégia da Polygram, o "Disco Mix" da música "Meu Disfarce" começou a tocar nas rádios de todo o país.  Dias depois, nas AMs da capital paulista, "Meu Disfarce", com Fafá de Belém e "Quem Será Seu Outro Amor", com a dupla Chico Rey e Paraná, disputavam, de forma acirrada. A preferência do ouvinte. 

Agenda: Fafá na TV (Eixo Rio-São Paulo) no mês de Agosto de 1988:

21/08/1988 - Programa "Globo de Ouro" - Cantou: "Meu Disfarce" - TV. Globo

Na semana de seu lançamento, "Sozinha" já era "Disco de Ouro" e entrava, segundo lista do jornal "O Globo" publicada em 12/08/1988, na lista dos mais vendidos, ocupando a 3º colocação. Por enquanto...

Na primeira quinzena do mês de agosto de 1988, chegava as lojas o 11º disco de Fafá de Belém, ou só Fafá, como preferia ser chamada na época. Enquanto a crítica especializada chicoteava a cantora, o grande público recebia esse novo trabalho com grande entusiasmo, haja vista que o disco já saiu com 100 mil cópias vendidas, entrando assim para a lista dos mais vendidos.

"Sozinha" - 1988 - Capa

"Sozinha" - 1988 - Contracapa

"Sozinha" - Músicas

"Meu Disfarce" (Chico Roque/Calos Colla)

"Gosto" (Michael Sullivan/Paulo Massadas)

"Te Odeio e Te Quero" (Te Odio y Te Quiero - Rubby Perez - Versão: Fafá de Belém)

"Teu Imenso Amor" (Tu Inmenso Amor - Rudy A. Perez - Versão: Fafá de Belém)

"Anoiteceu" - Mauro Mota/Carlos Colla)

"Sozinha" (Paulo Sérgio Valle/José Augusto)

"Frente A Frente" (Leonardo)

"Mentiras" (Paulo Sérgio Valle/José Augusto)

"De Nosso Amor Tão Sincero" (Ivan Lins/Victor Martins)

"Cadê Você" (Leila XIV - João Donato/Chico Buarque)

Ficha Técnica do Disco:



Encarte "Sozinha" - Pôster

Encarte "Sozinha" - Músicas

Encarte "Sozinha" - Mensagem

Release do Disco 

Imprensa

O show "Sozinha" estreou no Palace (SP) em uma curtíssima temporada. Ficou em cartaz do dia 18 ao dia 21/08/1988. "Sozinha" trazia muito romantismo, mas não era um show alienado. A realidade do país era contestada em um bloco político onde com músicas como "Menestrel das Alagoas" (Milton Nascimento/Fernando Brant) e "Desordem"(Sérgio Britto/Marcelo Fromer/Charles Gavin), Fafá, com o apoio do público, protestava contra a falta de seriedade da classe política, o que infelizmente ainda continua.





"Sozinha" estreou no Scala (RJ) no dia 25/08/1988. O cenário da repercussão era o mesmo: a crítica especializada chicoteando a cantora, enquanto que o público lotava todos os dias a casa de espetáculo. Paralelo a isso, o disco não parava de vender. Na ocasião da estreia, foi anunciado que o show ficaria em cartaz até o dia 18/09, mas devido ao grande sucesso, foi prorrogado várias vezes e acabou ficando até o final de dezembro. "Sozinha" foi o espetáculo mais visto pelo público carioca naquele ano de 1988. Veja abaixo as principais notícias sobre a estreia do espetáculo:



Agenda: Fafá na TV (Eixo Rio-São Paulo) no mês de Setembro de 1988:

11, 18 e 25/09/1988 - Programa "Globo de Ouro" - Cantou "Meu Disfarce" - TV. Globo

Nos meses de setembro e outubro de 1988, Fafá e "Meu Disfarce", reinaram absolutos no "Globo de Ouro" e nas paradas de sucesso de todo o país. Para desespero da "crítica especializada" o disco "Sozinha" alcançou em meados de setembro de 1988, o primeiro lugar em vendas.

Agenda: Fafá na TV (Eixo Rio-São Paulo) no mês de Outubro de 1988:

09 e 23/10/1988 - Programa "Globo de Ouro" - Cantou "Meu Disfarce" - TV. Globo

Agenda: Fafá na TV (Eixo Rio-São Paulo) no mês de Novembro de 1988: 

06/11/1988 - Programa "Globo de Ouro" - Cantou "Meu Disfarce" - TV. Globo

O sucesso do show "Sozinha" era tanto, que tinha agencia de turismo em São Paulo vendendo pacote de final de semana para o Rio, com show da Fafá incluso.

No mês de novembro de 1988, a música "Sozinha" começou a ser tocada nas rádios. No Scala, Fafá cede o palco para Milton Nascimento se apresentar do dia 24 ao dia 27/11/1988. O show "Sozinha", maior sucesso da cidade do Rio naquele ano, voltou em 01/12/1988 e ficou em cartaz até o dia 30/12 daquele ano.

Agenda: Fafá na TV (Eixo Rio-São Paulo) no mês de Novembro de 1988: 

10/12/1988: Programa "Osmar Santos Show" - TV. Manchete

11/12/1988: Programa "Vídeo Show" - TV. Globo

18 e 25/12/1988: Programa "Globo de Ouro" - Cantou "Sozinha" - TV. Globo

25/12/1988: Programa "Fantástico" - Clipe da música "Ano Bom" - TV. Globo


Em dezembro de 1987, a Polygram lançou a "Série Personalidade". A série de coletâneas foi sendo lançada aos poucos. Começou com 06 grandes nomes da nossa música e no decorrer do ano, outros nomes foram inseridos. Em dezembro de 1988 foi lançado mais uma série com mais seis nomes, entre eles, Fafá de Belém (Assista abaixo ao vídeo do comercial). A "Série Personalidade" merece destaque, pois foi a primeira série de reedições lançada em Compact-Disc no Brasil. Seleção primorosa, prensagem perfeita (afinal foi para fazer CDs que Menescal selecionou o repertório) e belíssimas capas criadas por Jorge Viana, com ilustrações de Mário Bag. 


Fafá no palco do "Globo de Ouro" cantando "Sozinha", que já era sucesso nas rádios e na boca do povo! Assista:

No dia 30/12/1988, Fafá encerava no Scala (RJ), a bem-sucedida temporada do show "Sozinha". Antes de dar uma relaxada, tinha uma apresentação no "Réveillon Popular", evento que ocorreu no bairro do Leblon e foi promovido pelo empresário Chico Recarey. O cantor espanhol, Júlio Iglesias, que estava se apresentando no Rio, foi prestigiar o evento e acabou dando uma canja ao dividir o palco com Fafá.

Após a apresentação, Fafá viajou para Belém para passar o resto das festas de final de ano com sua família. Mas não pode se estender muito. Sua agenda estava lotada de shows que faria por todo o país e em Portugal.


No dia 14/01/1989, foi ao ar, pela Rede Manchete, o programa "José Augusto Especial". Fafá marcou presença e cantou "Sozinha", sucesso de José Augusto em sua voz. Assista:

Fafá de Belém também participou dos "Especial Michael Sullivan&Paulo Massadas", exibido pela Rede Manchete (a data em que foi exibido, não sei exatamente), onde cantou a música "Gosto". Assista:


Após animar a carnaval do Cassino Estoril, em Portugal, Fafá volta para o Brasil e viaja por todo o país  com a turnê do show "Sozinha". Foi a cidades que nunca tinha ido, foi cantar para um povo que nunca tinha visto. "Sozinha" foi um dos discos mais vendidos no natal de 1988. Entre final de fevereiro e começo de março de 1989 (Na legenda do clipe está escrito 1988, mas foi 1989), foi ao ar o clipe da música "Mentiras" (Paulo Sérgio Valle/José Augusto), uma estratégia da gravadora de manter "Sozinha" ainda entre os mais vendidos.  Assista ao vídeo:


Desde que abraçara o popular, Fafá começou também a ter o habito de ouvir as AMs, especialmente quando estava viajando pelo interior do interior do país. Inteligente, logo percebeu que havia um movimento sertanejo muito forte acontecendo nessas regiões e acreditou que, não demoraria muito para esse movimento explodisse nos grandes centros. Fafá percebia também que em breve não seria mais o eixo Rio-São Paulo que iria ditar os novos ritmos e gêneros musicais a serem consumidos pelo mercado fonográfico, mas sim o interior.

Em uma dessas suas idas e vindas, esteve com Paulo Debétio, queria conhecer melhor o trabalho do compositor. Ele começou a lhe mostras algumas composições suas até que lhe disse: "Vou te mostrar uma que vou mandar para o Chitãozinho e Xororó". Era uma guarânia cujo título era "Nuvem de Lágrimas". Fafá pirou e disse-lhe: "Não! Essa é minha". Como de fato foi.

No primeiro semestre de 1989 chegava às lojas o disco "Grandes Autores - Dorival Caymmi" (Polygram). O disco era uma coletânea de músicas de Dorival Caymmi já gravada em discos de grandes interpretes. No caso de "Nunca Mais", Fafá gravou exclusivamente para esse disco.

Durante os meses de março, abril e maio de 1989, o show "Sozinha" rodou por todo o país. No dia 14/05/1989, Fafá foi uma das atrações do "Domingão do Faustão" (Rede Globo), onde cantou os hits "Sozinha", "Meu Disfarce", "Bilhete" e "Gosto". Dias depois, a cantora encerraria a turnê do bem-sucedido espetáculo, no Teatro Suam (RJ), onde ficou em cartaz de 27/05 a 04/06/1989.


Enceramos aqui o período "Sozinha", disco que firmou Fafá como uma cantora popular. Seu próximo disco a colocaria no topo, mesmo recebendo as habituais chicotadas da crítica especializada. Por falar em crítica especializada, há uma coisa que eles disseram a respeito do disco "Sozinha" que sou de total acordo: a melhor música do disco é "De Nosso Amor Tão Sincero" (Ivan Lins/Victor Martins). O arranjo é espetacular, a interpretação de Fafá, fantástica. A participação de Ivan Lins, discreta, mas arrebatadora. 

Segundo algumas notas de jornais e revistas, Fafá havia assinado com a Polygram um contrato de três discos. Se as notas publicadas estiverem corretas, esse contrato não foi cumprido. Não saberia aqui dizer se o mesmo fora reincidido pela cantora ou pela gravadora. Nem em meu acervo, nem em meus mecanismos de pesquisa, encontrei qualquer informação que esclarecesse o fato. Portanto, não saberia aqui afirmar, se o contrato com a BMG foi causa ou consequência da rescisão com a Polygram. Como nesse site não há espaço para especulações, a questão fica no ar. Se caso eu souber, através de fonte confiável o motivo, prometo dividir.



Texto Narrativo: Claudinei Sampaio

Seja um fã colaborador! Você tem uma matéria deste período e não está aqui? Faça um Scanner da matéria e envie para: contato@fafadebelemarquivo.com.br com o assunto "Material 1988". Seu nome será citado como doador(a) do material.

Voltar ao Topo - Início - Anos 1980 - Trajetória